15 dezembro 2008

Os Nano-Peixes

* ATENÇÃO: Se você viu este texto em outro lugar fora do Sekai, sem o nome dos autores e o link indicando este Blog, se trata de um plágio!!! Por favor nos avise por email ou comentário!


Quando montamos um novo aquário chega aquela parte divertida de escolha da fauna. Olhamos sites e aquários de outras pessoas em busca do peixe que nos agrade mais, e que combine com o layout que estamos montando.


Mas quando trata-se de nano aquários (aquários até 60 litros) as escolhas são limitadas. Primeiramente pelo espaço do aquário e depois por questões estéticas. Um dos objetivos de um nano plantado é fazer um aquário que pareça ser muito maior do que é, podem até caber 5 neons no aquário mas isso vai denunciar o seu real tamanho por serem peixes de proporções grandes em relação ao resto do aquário. 


Compor a fauna com um cardume de peixes que atinjam 3 centímetros no máximo é a chave de criar uma melhor ilusão de tamanho. Não existem muitas espécies de peixes que fiquem tão pequenos assim, o meu objetivo neste artigo é listar o maior número possível de espécies de "nano-peixes".

Os nano-peixes também criam o mesmo efeito em aquários grandes, enquanto podemos colocar apenas 20 peixes maiores, podemos colocar mais do que o dobro de nano-peixes. Um cardume enorme de pequenos peixes cria um efeito incrível.

Os peixes muito pequenos requerem alguns cuidados especiais, por terem a boca diminuta não conseguem comer a maioria das rações para peixes adultos sem o aquarista ter que moê-las. Por isso o ideal é alimentá-los com rações para alevinos ou próprias para peixes pequenos, que são formuladas especialmente e tem teor energético maior do que as outras rações. Os alimentos vivos também são muito benéficos para peixes em geral, daphnias, enquitréias, náuplios de artêmia e microvermes são exemplos de alimentos vivos pequenos.

A maioria dos pequenos são peixes de cardume, e obviamente não devem ser mantidos junto de peixes muito maiores, tanto por se sentirem intimidados quanto à possibilidade de virarem petisco. Outra coisa importante é proteger entradas de filtros para evitar acidentes desagradáveis.




Os menores


  • Paedocypris progenetica
Com um tamanho máximo de 8mm este ciprinídeo é o menor peixe do mundo, e também o menor vertebrado. Foi descoberto recentemente na ilha de Sumatra, na Indonésia. Eles vivem em água muito ácida e segundo os pesquisadores tem músculos extremamente desenvolvidos nas nadadeiras pélvicas para agarrar as fêmeas durante a cópula.




  • Paedocypris micromegethes
Este é o segundo menor peixe de água doce, com no máximo 12mm e é encontrado no pântano de Sarawak em Bornéu, na Malásia. Como seus parentes Paedocypris progenetica também vivem em águas escuras e ácidas. Mais informações e fotos desta espécie podem ser encontradas neste site aqui.




  • Barboides gracilis

Foto por Joseph Hoetzl

Com tamanho máximo de 24mm é provavelmente o menor ciprinídeo africano.
A bela foto acima é um exemplo de um espécime saudável deste peixe ainda raro no aquarismo.



Caracídeos



  • Foguinho - Hyphessobrycon amandae




O foguinho é um peixe muito bonito, e não passa muito de 20mm. Sua cor laranja o coloca em perfeito contraste com as plantas do aquário. Formam cardumes coordenados e é um dos menores tetras. Nadam ativamente pelo aquário, a não ser que estejam em número muito pequeno, pois podem ficar tímidos, por isso é recomendável manter em cardumes com mais de 5 indivíduos.
Ocorre no Brasil, mais especificamente na bacia do rio Araguaia, e pode ser encontrado sazonalmente em lojas, tanto coletados quanto criados.
Fishbase
Aquahobby
Sekai Scaping



  • Axelrodia stigmatias

Foto por Ricardo Kobe


Este pequeno e raro tetra é uma adição e tanto a qualquer aquário plantado. Embora seja produto nacional, do rio Amazonas e Madeira, é encontrado no mercado estrangeiro mas para variar ainda é desconhecido no mercado nacional.
Fishbase

  • Tetra Kaiser - Hyphessobrycon elachys


Foto por Ricardo Kobe


Um dos menores tetras que existem, junto com H. amandae (foguinho). Extremamente cardumeiro. Apesar da pouca coloração (cinza com detalhes em preto, lembrando um mini -lips) são extremamente charmosos, e o seu cardume é muito sólido. Os machos tem prolongamentos de cor branca nas nadadeiras, em especial na dorsal e nas pélvicas.
Reinaldo
Fishbase



Rásboras e Danios



O gênero Boraras agrupa pequenas rásboras, todas com um belo tom vermelho e manchas pretas, a única que cresce mais do que 30mm é a urophthalmoides, que é parecidíssima com a brigittae.

As Boraras em geral tem comportamento cardumeiro, além de extremamente ativas em aquário. Sua reprodução é um pouco complicada, dando apenas poucos filhotes, isto quando se consegue retirar os ovos a tempo. Aceitam muito bem alimento industrializado, mas é sempre interessante variar sua dieta, incluindo sempre alimentação viva... os mais adequados, ao meu ver, são os microvermes e as enquitréias.
Reinaldo

  • Boraras micros
É a menor das boraras, com apenas 15mm, não possui o corpo inteiro vermelho como as suas companheiras de gênero mas tem três manchas avermelhadas, uma na nadadeira dorsal, uma no centro do corpo e outra no pedúnculo caudal. Tem três manchas pretas como a maculatus.
Fishbase


  • Boraras merah
Tendo apenas 20mm, se assemelha muito à brigittae, com um corpo vermelho e mancha preta no centro do corpo. Como toda Boraras se sente melhor em cardume, 10 ou 15 indivíduos é um bom número.
Fishbase


  • Rásbora anã - Boraras maculatus

Foto por Ricardo Kobe

Dentre as Boraras a maculatus é a mais facilmente encontrada no Brasil, ainda que muito rara.
A foto acima mostra um exemplar com cores fortes, sinal de estar bem adaptado ao aquário, estes peixes preferem aquários bem plantados e água escura.
Fishbase
Aquahobby


  • Boraras brigittae


Foto por "March Fish"


Esta belíssima foto mostra o quão impressionante é um exemplar saudável de B.brigittae.
Fishbase


  • Burmese Neon Green Rasbora - Microrasbora kubotai

Foto por "March Fish"


É um peixe novo no hobby, ainda indisponível no Brasil, que atinge no máximo 20mm. Forma cardumes compactos e se destaca da maioria dos peixes com seu brilho neon verde e iridescência azulada.
Fishbase

  • Rásbora Axelrodi - Sundadanio axelrodi

Foto por daitium




Foto por "March Fish"




Outro raro peixinho que dificilmente dará as caras por aqui, tem uma cor única, com seu corpo quase totalmente tomado por uma iridescência azul e a nadadeira anal vermelho-escuro.
Fishbase


  • Celestial Pearl Danio - Celestichthys margaritatus

Foto por debunix

Este pequeno e raro peixe que atinge no máximo 21mm é encontrado apenas em um lago na região de Mianmar. Os machos são mais coloridos e se envolvem em belas disputas pelas fêmeas, exibindo suas nadadeiras enfeitadas e nadando em círculos.
Fishbase
Wikipedia (en)




Corydoras e Semelhantes


  • Coridora anã - Corydoras hastatus


É uma das menores corydoras, mas tem o hábito de nadar por todo aquário, e forma cardumes compactos. Embora não tenha cores vibrantes e não chame a atenção individualmente tem um charme todo especial com uma mancha preta perto da cauda e o seu comportamento diferente das outras corydoras. Muito parecida com o Hyphessobrycon elachys (Tetra Kaiser), é encontrada sazonalmente em lojas.
Fishbase

  • Coridora Pigmeu - Corydoras pygmaeus
Foto por Johnny Jensen


Esta outra pequena cory tem comportamento e tamanho semelhantes à C.hastatus, mas é um pouco mais difícil de achar à venda. São nativas do rio Madeira e atingem no máximo 21mm.
Fishbase
Aquahobby

  • Aspidoras pauciradiatus

Foto por Ricardo Kobe
O gênero Aspidoras agrupa vários peixes pequenos com tamanhos a partir de 25mm, sendo que a A.pauciradiatus atinge no máximo 40mm. Nativas do rio Araguia, gostam de ficar próximas ao fundo em grandes grupos.
Fishbase
Aquahobby




Outros

  • Dario dario (Badis bengalensis)

Foto por Ricardo Kobe
Dario Dario, o antigo Badis, é um dos peixes mais lindos, destes pequenos... com um vermelho brilhante contrastando com um leve azulado das listras, é um peixe que, apesar do tamanho, mostra -se muito valente, em especial com machos da mesma espécie. Sua reprodução é relativamente simples, bastante semelhante à dos Apistogrammas, na configuração do aquário de reprodução. A fêmea tem bem menos cor, e, em geral, é um pouco menor.
Reinaldo
Fishbase
Aquahobby



  • Abelhinha - Brachygobius xanthozonus

Foto por s-kgy

Estes pacíficos gobies devem ser mantidos em água salobra, uma de suas particuliaridades é ter uma ventosa ventral, que eles usar para se aderir a plantas, rochas e o vidro do aquário. São ligeiramente territoralistas mas devem ser mantidos em grupos de no mínimo 5 indivíduos.
Fishbase
Aquahobby



  • Baiacu Anão (Malabar) - Carinotetraodon travancoricus

Foto por Pinktoomochi


Este pequeno baiacu de água doce originário da Índia provavelmente é uma espécie ameaçada. Tímido quando mantido com peixes grandes, mas pode se tornar territorialista quando se sente à vontade. Move muito rapidamente as nadadeiras peitorais flutuando graciosamente pelo aquário. Aceita muito bem alimentos vivos e é predador de caramujos.
Aquahobby




Agradeço aos flickeiros que cederam suas fotos, Ricardo Kobe e Reinaldo


Chantal

11 comentários:

NaturePlanet disse...

Mandou bem Chan, gostei do artigo!
Faltou uma espécie, o Paracheirodon simulans.

Paulo disse...

faltou também o Poechilocharax weitzmanni, Microrasbora rubens, Microrasbora erythrimicon, Barbus gelius Rasbora spilocerca, q é uma rasborar trilineata de 2,5 cm de cor amarela e Axelrodia riisei da Colombia, mas a matéria esta extraordinária.

Diogo Matias disse...

Já agora e para ajudar a deixar este belissimo artigo mais completo, falta falar também de outra especie de corydora anã, a Corydoras habrosus que não ultrapassa os 3 cm e se apresenta em comportamento muito semelhante às outras duas!

Cassius disse...

PARABENS ... o artigo me respondeu oque eu procurava ..QuAIS AS ESPECIES ( de pequenos ) que formam cardume .. acabei de montar um Plantado de 3 metros x 45 x 45 e quero colocar um grande cardume de NANOS , mas nao quero usar os NEONS .. onde posso encomendar tais especies citadas no artigo ? Nào todas pois seis que será dificil, mas talves algumas .. o foguinho já o procuro á meses e não encontro ...agora que atravez deste artigo conheci essas outras especies, pergunto: poderia mesclar-las colocando por exemplo 50 individos de foguinho, 50 Axelrodia stigmatias, 50 Rásbora anã - Boraras maculatus, 50 Boraras brigittae, 50 Burmese Neon Green Rasbora - Microrasbora kubotai e 50 abelhinhas ??? teria algum problema de convivio ou de tipo de PH ..etc .. ??? ou o maior problema é realmente conseguir adquirir tais especies em grande quantidade ??? fiquei impressionado com o Burmese Neon Green Rasbora - Microrasbora kubotai .... imagine um cardume de uns 300 indivduos ..deve ser MARAVILHOSO... será que nào tem como IMPORTA_los ? de qualquer foma PARABENS pelo artigo e pelas belas fotos e fico aqui no aguardo de alguma resposta de onde encontrar tais especies e alguma sugestão de cardume para meu novo plantado.
PARABENS e é atraves de pessoas de boa vontade e assim como o CHAN que a enternet a cada dia é o melhor mei ode comunicaçao e cultura dos AQUARIOLOUCOS como nós.... abraços. Cassius Panice

Denis Cetera disse...

Maravilhoso artigo , realmente uma grande contribuição , meus Parabéns.

Anônimo disse...

faltou também Epiplatys annulatus

Mero disse...

Parabéns pelo excelente artigo! Bastante elucidativo. Acredito que com as espécies citadas nos comentários, dê para fazer um "Nano-Peixes 2". Faltou também a Corydoras pygmaeus com 3 cm e Hisotonus notatus, um cascudo com 3 cm (aliás, o gênero Hisotonus possui muitas espécies diminutas).

Felipe disse...

Olá.
Fiquei muito interessado na sua matéria, principalmente por que montei um aquario nano recentemente. Entre os moradores tenho um grupo de Microrasbora Kubotai, alguns Red crystals e tenho UM DANIO MARGARITATUS FEMEA e UM DARIO DARIO MACHO. O problema é que nao estou conseguindo encontrar outros exemplares destes peixes para montar um grupo...
Já procurei em uma infinidade de lojas no estado de São Paulo, sem nenhum sucesso...

Gostaria de pedir sua opinião (ou de quem mais ler este post).

Você conhece alguém que possua estes peixes? Alguma loja? Algum importador? Será que é possivel importá-los como pessoa física, direto de sites gringos?

POR FAVOR ME DE ALGUMA AJUDA?
Meu e-mail é felipe.leo.santos@gmail.com
Obrigado...

Sekai Scaping disse...

Obrigada pelos comentários pessoal.
Um segundo artigo está sendo preparado, mas mesmo assim é difícil colocar 100% das pequenas espécies!

Olá Felipe,
infelizmente são poucas lojas que fazem importação desse tipo de peixe por terem pouca procura e serem caros.
Eu não sei onde conseguir exemplares dessas espécies, mas você pode encomendar ou pedir para algum lojista trazer quando encontrar nas listagens de importação.
Outra alternativa é procurar com criadores comerciais ou particulares.

É proibido importar qualquer animal de água doce sem ter uma série de documentações do IBAMA e em alguns caso (senão todos) um quarentenário.

Chantal

rasboras disse...

Boas, gostaria de dar-lhe os parabéns pelos seus posts. Adorei os peixes sobre os quais postou informação, o único problema é muitas das vezes serem raros nas lojas e impossível comprá-los.
Tenho um blog se puder visite ;) abraço.
http://aquahobbie.blogspot.com/

Anônimo disse...

nao tem nenhum peixe pequeno de agua fria? ._.