05 janeiro 2009

Fotografando peixes

* ATENÇÃO: Se você viu este texto em outro lugar fora do Sekai, sem o nome dos autores e o link indicando este Blog, se trata de um plágio!!! Por favor nos avise por email ou comentário!

Fotografar peixes em um aquário é algo que demanda tempo e paciência, ainda mais se os peixes são do tipo que passam o tempo escondidos ou nadam muito rápido.
Mas um pequeno e barato truque pode fazer com que fotografar os pestinhas fique mais fácil.
E este truque é o simples uso de um aquário pequeno e fino, restringindo os movimentos dos peixes e possibilitando que o fotógrafo experimente com fundos, iluminação, closes.

Há alguns meios de fazer aquarinhos deste tipo, um deles é fazer um pequeno aquário simples, para construir os meus eu usei as medidas 10cm (altura) 13cm (comprimento) e 3cm (largura). O outro é fazer um pequeno aquarinho como este, mas que se pendure à beirada do aquário com um "gancho", assim você usaria a iluminação e o fundo do próprio aquário. 


E mais um método é fazer um aquário estreito mas que caiba dentro do aquário original, sendo ligeiramente mais alto para o peixe não escapar, com os mesmos resultados do modelo descrito acima.

As vantagens de se utilizar um aquarinho deste tipo são:
- restrição dos movimentos dos peixes, facilitando o trabalho do fotógrafo.
- a possibilidade de se usar fundos lisos e neutros, ótimo para fotografia que demande precisão.

As desvantagens são:
- O peixe pode perder cor com o estresse da captura e novo ambiente.
- Quando estressado e separado do grupo o peixe não vai exibir alguns comportamentos com naturalidade.

Abaixo estão algumas das fotos que fiz com este método, usei os seguintes equipamentos:
- um pequeno aquário de 10X13X3cm
- uma luminária para aquário com duas lâmpadas PL
- um papel branco curvado, como um fundo infinito
- câmera Canon Rebel xti (400D) com lente 18-55mm
- filtro close-up +4



Aqui está o aquarinho no fundo infinito, nota-se a falta de habilidade da coladora e o pequeno vazamento...



Um Hyphessobrycon amandae, percebe-se como perdeu a mancha preta da dorsal com o stress da captura, mas há uma ótima definição da forma e detalhes do peixe. Não iluminei perfeitamente o fundo, que ficou um cinza fraco..



Close de um Iriatherina werneri, no aquário seria muito difícil chegar tão perto assim para este detalhe...



O Iriatherina não queria colaborar muito com a sessão fotográfica, dificilmente conseguiria uma foto de seu comportamento de confronto com outro macho nesta situação..



Apistogramma cacatuoides que ficou bastante desconcertado com a captura, mas que em poucos minutos começou a agir mais calmamente.



Um casal de Hyphessobrycon elachys, peixes que não estão muito dispostos a serem tirados do aquário para fotografia. Perderam rapidamente as cores e ficaram muito estressados com o procedimento.



Este casal de Poecilia wingei não demorou muito a exibir seu comportamento e cores normais, o macho está bem assanhado para quem acabou de ser preso em um cubículo...



Um macho de Poecilia wingei, de outra linhagem. O filtro close up é um ótimo acessório para quem não tem uma boa macro como eu, mas tem um foco muito sensível e baixa qualidade óptica, como pode se notar pelo olho e cauda ligeiramente desfocados.



Esta foto mostra bem como uma diferença na iluminação pode alterar muito a aparência de um peixe, ao invés de usar uma iluminação superior com a fluorescente usei o flash embutido da câmera, que acentua as iridescências e reflexos do peixe. Não é o mesmo macho da foto acima.





É isso aí pessoal, foi um método forçadamente "Faça você mesmo", pois o pessoal da vidraçaria se recusou a colar os vidrinhos, por serem muito pequenos... Mas na próxima já vou estar treinada.


E também é de baixo custo, com qualquer boa câmera digital compacta ou DSLR pode se chegar a resultados melhores que estes.




Chantal

4 comentários:

marcos.ricardo.br@gmail.com disse...

EXCELENTE artigo! As fotos então... nem se comenta a excelente qualidade! :)

resende.m disse...

Realmente... Este blog só merece elogios!
Um artigo melhor que o outro e a qualidade das imagens sempre impressiona.

NaturePlanet disse...

Artigo show Chan!

Bruno Costa disse...

já tentasse tirar fotos no modo manual ao invés do automático, configurando o ISO da máquina pra qq valor acima de 1000?? Tirei umas fotos aqui com ISO em 1600, ela congela tudo. Você só precisa ter paciência pra o peixe ficar no lugar certo, isso ai não tem como evitar...